Pombos

Em quase todas as cidades brasileiras os pombos estão presentes sujando monumentos e estruturas em geral, além de transmitir doenças como a criptococose, psitacose e salmonelose.

Estas aves pousam nos beirais de telhados e janelas e até mesmo dentro de varandas, sacadas e terraços.

Caso as aves estejam entrando dentro de sacadas e varandas, pode-se estender um varal com fitas coloridas de papel brilhante. As fitas devem medir aproximadamente 40 cm e as cores, que podem ser até 3 diferentes, devem ser trocadas quinzenalmente;

OSe os pombos estiverem pousando em parapeitos de janelas ou outros locais de fácil acesso, pode-se pulverizar periodicamente (mais ou menos a cada três dias) formalina a 10% (formal com água – 90mL de água e 10 mL de formol) por meio de um pulverizador manual, como os utilizados para borrifar água em plantas;

Os pombos não suportam o cheiro da naftalina, desta forma, pode-se dispor algumas bolinhas deste produto nos locais onde as aves pousam;

Telar varandas e terraços também é uma boa estratégia. Deve-se atentar para os locais onde as aves fazem os ninhos e fechá-los com telas. Espaços que permitem a entrada dos pombos para dentro do forro do telhado também devem ser cuidadosamente fechados; Prender fios de nylon (de pesca), bem esticados, a uma altura de 10 cm dos parapeitos das janelas impedem que as aves pousem nestes locais.

Não prestamos este tipo de serviço