Controle de Cupins – Sentricon

Na natureza os cupins a possuem a importante função de reciclagem de madeira morta. Os problemas se agravam quando estes se instalam em edificações nas áreas urbanas, causando prejuízos imensos.Seja velha ou nova, casa ou apartamento, de madeira, tijolo ou concreto, nenhuma edificação esta livre do ataque de cupins.

Encontrados praticamente em todo o país, as ocorrências com cupins vêm aumentando nas grandes cidades muito rapidamente, devido as condições de clima, alimento e abrigo que lhe são favoráveis.

Os cupins apresentam grande poder de destruição de móveis, livros, acabamentos e podendo até causar incêndios devido ao ataque as instalações elétricas e desabamento de forros. Quando uma edificação está atacada por cupins, de nada adiantará a substituição das peças de madeira já danificadas. São necessárias intervenções maiores, visando a proteção total do imóvel.

Basicamente os cupins se dividem em dois tipos, sendo cupim de madeira seca e cupins subterrâneos.

Cupins de madeira seca são de fácil constatação, pois emitem pelotas fecais bem características de sua presença e causam danos de menores proporções; seu controle fica restrito as peças que apresentam o ataque, alem do tratamento preventivo das que se pretende proteger de futuros ataques. Os problemas maiores são com os cupins subterrâneos.

São extremamente vorazes, danificam rapidamente as estruturas de madeira e seu dano é difícil de ser constatado inicialmente. Controlar cupins não é uma tarefa nada fácil, além de conhecer a biologia e o comportamento dos cupins, é necessário capacitação técnica e muita experiência.

Cupins subterrâneos podem ser controlados pelo método de Barreira Contínua (Barreira Química) ou eliminados pelo Sistema Sentricon de Eliminação de Colônias de Cupins. A Barreira Contínua promoverá uma camada protetora invisível entre a sua residência e os cupins.

Ela irá interromper e evitar o ataque, pois os cupins não conseguem ultrapassá-la e sobreviver. A Barreira Contínua se complementará após o tratamento localizado das peças de madeira do imóvel como batentes, guarnições, armários, rodapés, tacos, conduítes de fiação elétrica, telefônica e demais locais que possam se tornar via de acesso para os cupins adentrarem ao imóvel. Assim, se sua residência está infestada ou se estiver localizada em uma área com ocorrência de cupins, ela irá protegê-la, evitando o ataque.

Para este tratamento a Impacto Controle de Pragas utiliza-se do cupinicida mais difundido no mundo e que tratou milhões de casas.

Outro método de para se livrar dos cupins é Sistema Sentricon de Eliminação de Colônias de Cupins. Único no mundo capas de eliminar a colônia de cupins, Sentricon não apenas um produto e sim um sistema que envolve diferentes componentes que quando utilizados em conjunto proporcionam a eliminação da colônia de cupins subterrâneos.

O ingrediente ativo de Sentricon é um regulador de crescimento que age no inseto impedindo seu desenvolvimento, levando-o à morte. Sentricon tem um conceito revolucionário, pois permite o monitoramento e a inspeção durante o tratamento, assegurando que a estrutura continue a ser protegida após a eliminação da colônia.

Sua aplicação é muito segura, pois não se manipula veneno durante o tratamento, o que faz de Sentricon uma excelente escolha em hospitais, clínicas, escolas. Em edifícios é a alternativa menos intrusiva e a que apresenta resultados 100 % satisfatórios, pois, se aproveita do comportamento de busca continua por alimentos dos cupins para a distribuição do hexaflumuron pela colônia, levando-a ao extermínio.

Eficácia, segurança, pouco intrusivo, limpo, confiável e ecologicamente correto, estes são apenas alguns motivos pelo qual Sentricon é o melhor sistema do mundo para a eliminação de Cupins subterrâneos.

Tratamento de Solo ou Barreira Química

No caso de cupins de madeira seca, o tratamento direto da madeira atacada, injetando-se uma solução cupinicida nas galerias que formam o ninho do cupim que, é efetivo para o controle da infestação, pois a colônia encontra-se restrita à peça atacada.

Já no caso de cupins subterrâneos, a colônia encontra-se fora do local de ataque. Desta maneira o tratamento da peça atacada não é suficiente para controlar a infestação, pois os cupins simplesmente podem passar a atacar outro local ainda não tratado. Assim, duas alternativas podem ser adotadas para o controle de cupins subterrâneos: o uso de uma barreira química ao redor da estrutura e o uso de iscas colocadas no solo. A barreira química nada mais é do que o tratamento do solo imediatamente adjacente à estrutura com o objetivo de evitar com que o cupim encontre frestas de acesso à mesma, havendo necessidade de se tratar tanto o solo abaixo da estrutura (interior) quanto ao solo ao seu redor (exterior), próximos à fundação da estrutura.

As intervenções necessárias para se fazer este tratamento em estruturas envolvem um trabalho intensivo, apresentando muitas vezes necessidade de se furarem pisos e paredes. Desta maneira, as melhores oportunidades para se tratar cupins aparecem durante as reformas de imóveis, quando se tem maior liberdade para realizar as intervenções necessárias. Outra oportunidade a ser considerada é o tratamento do solo durante a construção do imóvel, prevenindo-se assim futuros ataques.